Dropdown Menu

26 de outubro de 2018

Call Of Cthulhu

Autor: Yashum
Hack completa: 1 saída
Emulador utilizado: Zsnes 1.51

"Mario entra de cabeça em uma aventura insana através dos cosmos para impedir o retorno de uma divindade cósmica conhecida carinhosamente por... Cleiton."

Call Of Cthulhu (Chamado de Cleiton, para os íntimos) é uma dessas hacks que ficaram marcadas na história sendo ela mesma e nada mais. Em uma era onde as pessoas estavam alucinadas com hacks cheias de jumpscares e sangue á la MARIO, Yashum resolveu arriscar e materializar uma das obras mais conhecidas de Lovecraft em um crossover. Mas o que torna esta hack sinistra tão especial?

"Ah, os cosmos... tão vazio, tão... morto."

A hack inicia após o nosso encanador cair no sono, exausto de uma sessão de leitura. Porém, ele percebe que o sonho é muito real e que ele pode sentir dor. Nesse momento, uma voz de uma garota recoa em sua mente, tentando avisar sobre o pior: alguém quer invocar o poderoso Cthulhu. O mais interessante disso tudo é que essa menina representa uma pessoa muito especial para o autor, que na época estava fazendo aniversário.

"Aquilo é uma tripa?"

Os gráficos (com exceção de alguns sprites) foram desenhados pelo próprio autor da hack. A hack possui uma atmosfera bem grotesca, indo de ruínas de musgos até intestinos demoníacos. Outro ponto forte da hack é a trilha sonora que mesmo sem samples fez bonito pra época. Dentre várias faixas obscuras, você irá contemplar esse clássico de Terranigma e chutar a bunda do Cleiton escutando essa coisa épica de Tales Of Phantasia.

"Eeeita o que é isso, tio?"

A jogabilidade é bem interessante pois ela tira proveito de algo comum no horror de Lovecraft: a loucura. Pra você ter uma noção, aqui você deve atravessar todos os 6 segmentos super longos somente para impedir que o pior aconteça. E se você morrer? Bom, aí você começa tudo de novo e fica 200% MAD. Oh sim: se você coletar todas estátuas de gatinho (referência á outro conto de H.P) você vai destravar todos os segmentos e de quebra, o melhor final.




"Essa vai ser a batalha mais tensa da sua vida, humano!"

Dificuldade: 4/5
Pode ser fácil com savestates mas você já tentou zerar SEM ELES?

Jogabilidade: 7/10
Cada segmento possui uma mecânica única e marcante.

Gráficos: 8/10
Um gráfico mórbido e derretido. Não esqueça do verde, ok?

Músicas: 9/10
Uma trilha sonora sombria, depressiva e melancólica. Perfeita.

Mapa: 8/10
Simples, charmoso e funcional.

Criatividade: 9/10
Mario dando um sacode no Cleiton é algo bem raro de se ver.

Nota: 9.5/10
O que as trevas nos aguardam hoje? A mente humana, tão eloquente e limitada, não consegue compreender os movimentos delgados das criaturas que rastejam na escuridão. O horror... 

Um comentário:

  1. Um clássico das hacks de Super Mario, essa e Brutal Mario sempre vão ter espaço entre meus jogos! :3

    ResponderExcluir