Dropdown Menu

17 de agosto de 2018

Ketchup Adventure


Autor: mockingod
Hack Finalizada: 1 saída
Emulador utilizado: Zsnes 1.51

Bem, eu sou novo aqui e essa é a minha segunda postagem, na minha primeira eu acabei trazendo texto de forma excessiva e fui alertado de que havia saído um pouco do padrão do blog, correndo o risco de afastar os leitores que as vezes só querem pegar uma hack e jogar. Bem, eu me desculpo por isso e tentarei melhorar nessa postagem (e em todas as outras), acredito que com o tempo eu acabe pegando o jeito e me inserindo bem no blog. Voltando para o assunto do blog que são as hacks, hoje eu irei falar de Ketchup Adventure!


O enredo é simples mas ao mesmo tempo é meio brisado, deixa que eu resumo para vocês: A princesa Peach quer comer cachorro-quente, mas acabou o ketchup, invés de mandar um dos seus milhões de Toads comprar mais, ela pede que nosso encanador preferido vá a um vulcão de ketchup para conseguir mais e ainda o alerta para não deixar que nada fique em seu caminho. Na verdade, isso não foi um resumo e sim o enredo completo.


Quero chamar atenção para os gráficos. Em sua maioria eles focam em uma cor só e na maior parte do tempo é o vermelho, o que acaba lembrando um pouco o Virtual Boy, porém eu considerei o level design estranhamente agradável. Talvez seja um problema mental meu, mas alguma coisa nessas fases de apenas uma cor me agrada muito (nem todas são assim).


O jogo conta com apenas uma saída, porém é como se existissem diversas fases dentro de uma, além de termos mais textos narrativos ao longo da fase, o que constrói uma história mais consistente (mesmo que a ideia seja boba). O overworld porém não faz muito sentido, até dá para dizer que aquela ilha é o vulcão, mas por que é tudo vermelho em volta? Isso é ketchup fervendo? lava? Se for algo do tipo, como o Mario chegou lá? A resposta para essas e outras perguntas você descobre sexta, no Mario Hacks (só que não).


Apesar de se tratar de um vulcão, você também vai encontrar partes congeladas e partes submersas, onde você terá que nadar, mas essas partes são uma leve minoria da hack, embora deem uma diversificada na jogabilidade, impedindo que seja uma enorme fase de mais do mesmo.


Em geral as músicas encaixam bem com o jogo, apesar de não serem nenhum destaque, porém uma das trilhas sonoras é incrível, uma mistura de rock com o tema de Super Mario Bros. e de forma que ainda se encaixa naquele estilo da época 16 bits. Já joguei muitas hacks, mas essa trilha foi minha preferida até agora.


É uma rom hack com seus defeitos também. Em uma das partes a tela vai subindo e se você estiver escalando algo enquanto isso, o Mario começa a subir mesmo sem você apertar para cima e não é como se ele escalasse por conta própria para não morrer, ele desliza, sobe sem realizar a animação correspondente a sua ação.


Por fim quero dizer que a hack conta com mais de um boss fight, mas não deixarei imagens disso e nem direi quais são os chefes para não estragar a surpresa, mas vou adiantar que uma das lutas realmente me agradou.

Dificuldade: 3/5
A hack é bem fácil, eu vou dar 3 apenas pelo fato de ser uma fase muito grande e sem checkpoint, ou seja, morreu volta tudo!

Jogabilidade: 6,5/10
Nada muito impressionante, não é ruim, mas não chega a chamar a atenção.

Gráficos: 8/10
Não é nada muito elaborada, mas me agradou muito visualmente.

Música: 10/10
Curti tando uma das músicas que vou dar nota máxima, mas em geral não é ruim.

Mapa: 1/10
Não faz muito sentido, é uma ilha minúscula em volta de um líquido vermelho que me faz lembrar lava, mas a lava deveria ficar apenas dentro do vulcão. Se em volta fosse azul, indicando que é água, eu teria dado 2 ou 3, porque mesmo assim é um mapa bem fraquinho.

Criatividade: 10/10
Invés de salvar a princesa você precisa pegar ketchup para ela em um vulcão de ketchup? Rapaz, o criador desse enredo deve ter fumado muita fire flower na época, mas não podemos dizer que ele não foi criativo.

Nota Final: 8/10
A hack em si é muito boa, super criativa e mereceu a vitória no concurso que participou, não darei 10 pela falta de overworld e por ter dois pulos diferentes meio obsoletos, mas é definitivamente uma hack que eu recomendo.

DOWNLOAD


Obs: A música apresenta problemas em emuladores mais fiéis, recomendo o uso do Zsnes.

2 comentários:

  1. Esse ai tá ótimo, fazia tempo que eu não jogava uma boa hack.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apesar de gráficos muitas vezes simples, eles são bem agradáveis.

      Excluir