Dropdown Menu

quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

Mario Game

Autor: Draconif
Hack completa: 96 Saídas
Emulador utilizado: Snes9x 1.53

"A princesa foi raptada mais uma vez e agora Mario tá 200% MAD, chamou até a Carreta Furacão. Se ele pegar o Bowser pelo pescoço vai jooj ele na lava e taca le pau nesse carrinho, Marcos!"

Considerada como a melhor hack casual de 2018, Mario Game (Jogo Mario, literalmente) é uma dessas hacks que passam despercebidas na calada da noite. Com um nome tão sem graça que vai enganar até os mais convictos, Mario Game possui belíssimos gráficos originais, acompanhada de uma jogabilidade que faz justiça aos jogos atuais da nossa encrenqueira Nintendo. Mas o que torna realmente essa hack tão especial?

"Isso é o que acontece quando as plantas decidem criar um castelo!"

Após longos sete anos de desenvolvimento, Mario Game resolveu ver a luz do dia graças a determinação de seu autor, Draconif. Porém, por motivos desconhecidos e até mesmo particulares o autor se recusou a publicar na Smwcentral, gerando certo tumulto. O último prego no caixão foi quando ele resolveu deletar todos os vídeos de sua hack que publicava em seu canal, enterrando pra sempre a possibilidade de alguém jogar novamente... até hoje!

"Posso dizer que eu me meti em uma fria? lol"

Se os gráficos são realmente belos, a trilha sonora decepciona em alguns momentos. Boa parte das músicas são baixas ou são remixes de outros jogos do bigodudo. A jogabilidade por aqui é suave e tranquila, alternando entre momentos de diversão e extremo cuidado. Se você é do tipo colecionador, poderá coletar todas Draconif Coins, assim você irá destravar um dos mundos mais caprichados da hack: o mundo especial. não me diga!

"Boooo.... Spooky!"

Mas como todo mundo sabe: nem tudo são flores, certo? Essa hack possui uma bela apresentação e a ausência de erros no level design impressiona bastante, porém, apenas um detalhe acabou atrapalhando um pouco: o autor incluiu, de forma obrigatória, um mapa creepypasta. O problema com esse mundo é que ele foge completamente do clima alegre do jogo, sendo assim desnecessário. Ouve até um caso que uma mãe proibiu o filho de jogar essa hack por causa desse maldito mapa... que coisa, minha gente!







"Rapaz, o mundo especial é realmente especial, viu?"

Dificuldade: 3/5
Tão fácil quanto um jogo da Nintendo.

Jogabilidade: 6/10
Pouca variedade, mas acabou fazendo bonito com o que teve em mãos.

Gráficos: 7/10
Gráficos originais que ás vezes irão testar sua percepção visual.

Músicas: 7/10
O autor poderia ter utilizado um repertório mais variado.

Mapa: 8/10
Um belo design acompanhado de saídas secretas bem boladas.

Criatividade: 6/10
Eu nunca vi tanta Ghost House na minha vida... socorro.

Nota: 9/10
Apenas os mais determinados conseguiram chegar ao final da Special World.
Será que você é o escolhido? Clique aqui e descubra!

2 comentários: