quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

O Ninja Negro

Autor: darken
Hack Finalizada (39 saídas)
Emulador Utilizado: ZSNES 1.51

Os hackers de Super Mario World cada vez mais estão se distanciando do jogo original, fazendo hacks que podem até parecer outros lançamentos dos SNES. O Ninja Negro, uma hack brasileira feita por darken é um destes casos, mas porque?? A hack se diferencia das outras por tentar criar um ambiente inédito diferente de outras hacks que simplesmente tentam criar uma nova aventura para Mario e seus amigos, para se distanciar bastante do universo tradicional do SMW, coisas como: blocos, sprites e gráficos customizados, jogabilidade que varia de fase para fase, entre outros. Dito isso vamos para a história:


''Tagua City era a cidade mais pacífica de todo o planeta Terra, porém, muitas coisas começaram a acontecer na cidade. O ninja negro, Shadower foi o feitor disso, a razão dele ter feito isso é desconhecida, mas um homem chamado Joi resolveu tentar para-lo! Joi é abordado por um ser misterioso (chamado no jogo de ???) decide ajuda-lo em sua jornada para derrotar Shadower''.
-Introdução (resumida)

~insira reação de susto/medo/pavor aqui~
Começando o jogo de vez, temos várias mecânicas novas para implementar a jogabilidade, a principal delas é o wall-jump (ou wall-kick), que foi bem aproveitado pelo autor, temos também algumas mecânicas de fases específicas: pulos duplos, blocos com certas reações ao serem tocados, etc.

A hack é muito bonita, sprites fazem uma ótima combinação aqui, porém, em certas partes ele podem ser bem confusos, sem contar os cutoffs. As músicas são ótimas, assim o ambiente da hack se completa e faz você se sentir completamente fora do mundo casual de SMW, batalhas com bosses por exemplo, ficam muito mais emocionantes com as ótimas músicas. O overworld/mapa é meio confuso, mas é bem bonito de se ver. Como de costume, antes das notas algumas screenshots:



Dificuldade: 4.5/5
Errar um pulo resulta em morte em quase 100% das vezes.

Jogabilidade: 8.5/10
Wall-jumps e outras mecânicas foram muito bem utilizadas, porém o level design é muito impreciso em vários momentos.

Gráficos: 8.5/10
Fazem um bom jogo aqui, mas os cutoffs e sprites confusos podem incomodar bastante.

Músicas: 10/10
Foram essenciais para a hack, o ambiente fica muito mais vivo e interativo com as ótimas escolhas do autor.

Mapa: 7.5/10
Lineares e até um pouco confusos.

Criatividade: 9/10
Quem não gosta de ninjas??

Nota Final: 8.7/10
É uma ótima hack, só não recomendo para jogadores amistosos.

Download

domingo, 4 de dezembro de 2016

Cartuchito World



Autor: MaxwelHacks
Hack Completa: 21 saídas
Emulador Utilizado: Snes9x 1.51



Se você gosta muito dos canais do YoutubeColônia Contra Ataca e/ou Gato Galactico acho que é bem provável que você irá gostar dessa hack.


Maxwel Olinda é caracterizado pelas suas hacks envolvendo o Sr Wilson do canal Colônia Contra Ataca, com as hacks Super Sr Wilson 1, 2 e 3. Tentando continuar suas homenagens, decidiu criar mais uma hack, só que agora inspirada no canal Cartuchito. É posível notar uma grande melhoria em relação as hacks anteriores. Para quem não conhece, Cartuchito é um canal no youtube que na época que a hack foi lançada, undia o canal Colônia Contra ataca e o Gato Galáctico em gameplays de jogos coperativos


Ao iniciar o jogo,somos apresentados com as vozes do Sr. Wilson e Ronaldo dizendo "Cartuchito!", e em seguida, cutscenes (algumas usando o Mode 7 do SNES) contam uma história simples que até mesmo o autor recomenda não levar a sério

Após recuperar três cartuchos dourados cheios de poder, Sr. Wilson, por algum motivo desconhecido, descobre que existe um mundo repleto de doces e muito pudim, chamado de Mundo Doce. Neste mundo, há o chamado “Cartuchito”, que é um cartucho de videogame sorridente, o mais importante de todas as fitas de lá. Existe lá também uma Guitarrinha, muito famosa, e que também é amiga de Sr. Wilson e Ronaldo




Mas, certo dia, um Rei Doce Malvado sequestra o Cartuchito e a Guitarrinha. Resta para Sr.Wilson e Ronaldo enfrentarem esse malvadão e salvar seus amigos.

É possível controlar os dois jogadores apenas com o primeiro controle, sendo que o jogador 1 será o Sr. Wilson e o player 2 será o Ronaldo. Isso faz que, quando o game é jogado em multiplayer, um dos dois jogadores tenha que passar o mesmo controle para o outro, quando ele perde.






O gameplay é bem tradicional ao que estamos acostumados em Super Mario World. Porém, é possível quicar nas paredes e o power-up “Pena” não existe nas fases. Mesmo assim, a jogabilidade varia diversas vezes durante o jogo, com chefes gigantes muito bem construídos, puzzles, e momentos que temos que fugir de algo nos perseguindo (quicando em paredes, subindo em plataformas, não deixando que encoste em você). E algumas outras situações que eu gostaria de destacar mais por serem pouco utilizadas em SMW Hacks, como:


Responder uma prova de perguntas e respostas sobre a hack Cartuchito e o Super Nintendo (com alternativas A, B, C);


Controlar em alta velocidade desviando de obstáculos como em jogos do gênero "EndlessRunning 2D". Nessas partes, você praticamente não tem controle do personagem, só podendo fazê-lo pular nos momentos certos para não bater em alguma coisa ou ser afetado pelos inimigos.

e correr contra o Sonic(pena que não é necessário vencer para passar de fase. Ou seja, é quase inútil ele estar correndo contra você XD)

Outro destaque são as lutas contras os chefes. Sua dificuldade é fácil, durante boa parte do jogo, exceto nos últimos chefes. Conforme nos aproximamos do final, é possível perceber que a dificuldade nos bosses vai aumentando cada vez mais, porém, de forma bem equilibrada.


Oh, Boy!

Correndo contra um Sonic Nanico

Um dos melhores mundo da hack

O objetivo principal da hack é fazer com que você encontre os quatro mundos no jogo através do "Switch Palaces" para liberar um caminho que, no final, irá levar ao terrível Rei Doce Malvado. Cada caminho irá levar à um mundo diferente. Fazer isso faz com que o jogador explore bastante as fases em busca de chaves que iram liberar caminhos para esses enormes botões. Infelizmente, a hack é bem curta, com um mapa geral bem simples.


 Para encontrar as chaves, não acho que seja um desafio, estão em lugares bem fáceis de se encontrar. Mas, apesar de fácil, talvez seja trabalhoso ter que percorrer grande parte das fases para encontrar os “buracos” das chaves, fazendo com que você possa perder a chave no meio do caminho ou morrer até chegar na “fechadura”.

Falando um pouco sobre os gráficos, eles são bem selecionados e bonitos. Muitos foram criados pelo próprio autor. Ficaram bem detalhados, especialmente se comparado à trilogia Super Sr. Wilson World, que o personagem principal foi pouco alterado com cenários muito parecidos aos de SMW. Esse foi um dos aspectos essenciais para que eu considerasse Cartuchito World melhor que as hacks anteriores de Maxwel.


A música também foi muito bem escolhida e todas combinam com as fases. Inclusive, algumas foram portadas  pelo próprio autor, como o tema do jogo “Gauntlet”. Apesar de serem poucas, a inclusão de vozes em algumas partes também foi uma ótima adição à hack.

Vale notar também, creio eu, que o canal Cartuchito, do YouTube, não tem um enredo específico, sendo apenas um canal de gamepalys cooperativos com comentários. Reunir informações e referências para criar um jogo baseado nisso, provavelmente não foi fácil. Mas, o autor da hack conseguiu! E de uma forma muito boa. Portanto, acho que merece elogios por isso.



O autor também conseguiu inserir um sistema de conquistas à hack, se ela for jogada através do site “Retro Achievements”Para quem não conhece, esse site é focado em criar “metas” para vários jogos de Super Nintendo e Mega Drive. São objetivos que devem ser cumpridos pelo jogador, e, a cada meta cumprida, ele pode exibi-las na sua conta para que outros possam ver.

Se você tiver mais dúvidas sobre a emulação desse jogo; está tendo problemas ao executá-lo; quiser rodá-lo em consoles que suportam homebrews ou até gravar a sua própria fita para jogar em um Super Nintendo real, sugiro que o leia o Manual do Cartuchito, que está junto com o download dessa hack (zipado com o arquivo IPS). 


Dificuldade: 3/5
Sobre a dificuldade, durante uma boa parte, é fácil. Apesar disso, acho que não é muito complicado, apenas “tentativa e erro”, até se acostumar com a fase. O ultimo chefe, porém, eu esperava um desafio maior.  Ele é um pouco mais difícil que os demais bosses do jogo, mas, não acho que ele tenha uma dificuldade muito elevada, como geralmente acontece no último chefe de um game.

Jogabilidade 8/10
Apesar de bem tradicional ao que conhecemos em SMW (exceto pelos walljumps), a hack varia bem os “objetivos” em cada fase, conforme anteriormente explicado nesta review. Isso ajudou para que ela não ficasse repetitiva e fosse bem mais memorável para os jogadores, mesmo sendo curta.

Gráficos: 8/10
Apesar de um visual na maioria das vezes simples, muitas vezes o jogo me surpreendeu por seus gráficos, como os bem detalhados e gigantes chefes. A hack também faz um bom uso de custom sprites

Mapa: 6/10
É um mapa bem simples e com poucos gráficos modificados, geralmente, exceto por alguns mundos. Apesar da hack ser curta, imagino que o autor soube distribuir bem as fases, criando outros mundos a partir de um único, ativando os Switch Palaces, apenas para abrir uma passagem secreta que levara ao Rei Doce Malvado.

Música 9/10
Realmente muito boas e se encaixam muito bem as fases. Mesmo sendo uma hack curta, os temas foram bem variados. Como dito antes, algumas foram ripadas pelo próprio autor. A hack também possui vozes em alguns poucos momentos.

Criatividade:  8/10
Por que eu acho essa a melhor hack do Thuthumerdinha? É simples.
O level design de Cartuchito é bem mais diversificado que as demais hacks que ele fez, fazendo com que você explore mais os cenários. Também há pouca repetição de inimigos

A mudança de gameplay ao decorrer do jogo foi um ótimo atrativo.
Porém, acho que o fato do jogo ter alguns backgrounds e foregrounds de castelos repetitivos e utilizar muito inimigos do Mario fizeram com que não ganhasse uma nota maior. 


Nota final: 7,8/10
Concluindo, é uma hack boa e acho que é essencial que você jogue ela, se é realmente um fã do Cartuchito


quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Donkey Kong Country 2 - The Lost Levels

Autor: Lucas Rangel
Hack Finalizada
Emulador Utilizado:
Zsnes 1.42/ Snes9x v.1.51

Eu voltei com mais uma review! Yeah! Hoje estarei fazendo uma review de uma rom hack de Donkey Kong Country 2, feita por um brasileiro!
Cá entre nós, DKC2 Hacking é bem limitado devido a pequena quantidade de ferramentas. Mas quando vemos uma por ai, é uma bem-feita, porém bugada, graças a este limite absurdo. Fiquei impressionado com a dedicação do Brasileiro a esta hack, ela ficou ótima, tendo alguns bugs, mas nada de tão ruim. Bom, vamos a review.

A hack consiste em "reformar" o Donkey Kong Country 2, mudando os levels e os bonus, é apenas isso, infelizmente, mas para compensar, o jogo tenta fazer coisas novas, como por exemplo, em um bônus extra novo, existe uma fase de espinheiro subaquática, como viram ali em cima, uma fase de pântano com o carrinho das fases de montanhas-russa e falando nelas, existe uma fase de montanha-russa sem a montanha-russa, SIM, você joga na temática de parque sem o que mais amamos nelas (não a fase toda, felizmente).
Dentre essas coisas novas, temos a maneira que o autor reutilizou os tilesets em alguns levels.


Um pouco da reutilização de tilesets, foi uma boa ideia do autor.
A ideia foi interessante e inteligente.
A melhor parte é que essa combinação foi boa.

Um ponto interessante para se citar aqui é a reutilização de alguns inimigos mantidos na memória do jogo, como por exemplo uma Zinger verde ou um Flitter vermelho, ambos estariam na beta do game original, o autor soube utiliza-los de uma forma interessante, embora eles tenham algumas características diferentes, como o Flitter vermelho ser quase um Usain Bolt foguete de tão rápido.

I'm Sonic The Flitter! - Flitter vermelha, 2016

Ao que me lembre, esse bicho é mais lento que internet discada.

 A melhor parte da hack sem duvidas foi o instinto DK do cara, as fases ficaram bem semelhantes ao game original em questão de localização dos bonus e moedas DK, embora algumas fases sejam chatas, um tanto quanto sem criatividade e repetitivas. Aproveitando que falei de um ponto negativo, já irei de falar de outro, o autor se deu o trabalho de modificar os levels normais, mas os dos bosses continuam iguais, tirando um pouco da vontade jogar. Algo um tanto quanto negativo que chega a ser engraçado são alguns bugs, tanto no áudio (um bom exemplo é o Squawks, logo na segunda fase do game) quanto nas paletas dos sprites, chega a ficar "zuado", mas pode resultar em boas risadas.
Ainda falando de bugs, existe bugs que me atrapalharam na quarta fase, como por exemplo, a água que deveria subir/descer em algumas partes, não acontece nada com ela, continua intacta.

Dificuldade: 3/5
Um pouco mais difícil que o jogo original, mas acredito que a família possa entrar na roda e jogar junto.

Jogabilidade: 9/10
Seria perfeita se não fosse por alguns levels estarem chatos e repetitivos, embora sejam bem poucos, dando para contar nos dedos.

Grafico: 9/10

Parece que eu babo ovo para essa hack.
Existe alguns cutoffs aqui e ali, alguns erros de paletas devido a muitos inimigos, mas de resto ta tudo certo.

Música: --/--
2much musicas novas 4me

Mapa: --/--
100% original

Criatividade: 9/10
Hack extremamente divertida, reutilizando objetos que já existiam no jogo, fazendo novas combinações, o jogo fica mais divertido assim, lembra até mesmo os jogos da franquia original.

Nota final: 9,5/10
Ja citei alguns bugs que fariam perder nota, mas o carinho e a dedicação que autor teve fez a hack ser extremamente divertida, só não foi um 10 porque existe os leveis chatos e repetitivos como já citados, o autor possui talento para não ter feito isso.



Download





domingo, 27 de novembro de 2016

Super Responsible World


Autor: ft029
Hack Finalizada: 20 Saídas
Emulador Utilizado: Snes9x 


Hoje trazemos mais uma hack kaizo, dessa vez com a Super Responsible World, uma hack vanilla que se destacou principalmente pelos seus puzzles e alguns obstáculos bem criativos, sendo que ao mesmo tempo possui uma quantidade considerável de blocos invisíveis, o que acaba sendo irritante.
Exemplo de falha gráfica

A hack possui um level design interessante, acredito que seu ponto mais forte foi nas fases onde a câmera move automaticamente,  o autor conseguiu colocar muita coisa pra fazer no tempo que é dado, ficando algo bastante interessante. 
Os puzzles são muito bem planejados,  usando mecânicas variadas, porém  em alguns momentos acabam sendo injustos, onde o player precisa adivinhar como o puzzle funciona, por conta disso, eu tive que zerar  a hack com o auxílio de um vídeo mostrando como conclui-la.

A hack tem alguns problemas gráficos, como sprites bugadas ou falhas no background, mas nada que chegue a prejudicar na jogabilidade em si 



Puzzle
Algo engraçado é como funciona o mapa, ele começa praticamente com a "Yoshi Island" inalterada e depois nos mostra um Overworld totalmente diferente do SMW original, algo que é bastante estranho também é a distância entre as fases, onde faz com que o Mario acabe tendo que percorrer um caminho enorme entre uma fase e outra.

Nessa hack, conseguir vidas não é uma das tarefas mais difíceis, se você passar do mini game da casa do Yoshi, você já consegue 15 luas (45 vidas), sem contar o fato de uma das fases ter um lugar que da para conseguir 99 vidas (mostra no vídeo) 




Bloco invisível, morte completamente justa
Um pouco do mapa
Dificuldade (KAIZO): Fácil.

O maior problema da dificuldade é em relação aos puzzles, tenha bastante cuidado com os saves states para não acabar tendo que repetir alguma parte da fase.

Jogabilidade: 6/10
O bloco de dano não é muito dedutivo, blocos invisíveis e jogar tendo que ver vídeo foram os principais fatores para essa nota

Gráficos : Vanilla
Mesmos que o SMW padrão.

Música : Vanilla
Mesmos que o SMW padrão.

Mapa: 6/10
Acabaram sendo bastante simples com poucos detalhes, sem contar que a Yoshi Island foi pouco alterada

Criatividade: 9/10
Essa nota vai para os puzzles, que foram muito bem elaborados, com mecânicas que nunca tinha visto antes, a batalha do Big Boo por exemplo, foi muito bem planejada. Com certeza essa criatividade nos obstáculos  e nos Bosses é o principal dessa hack.

Nota Final: 7/10
Possui seus pontos negativos e positivos, quando for baixar ela, se prepare com os puzzles. Caso for necessário, "aqui" você pode encontrar seu gameplay completo (O mesmo que utilizei)
Para conhecer o hack, você também pode assistir o vídeo review dela abaixo (espécie de trailer)


VÍDEO SOBRE A HACK

sábado, 26 de novembro de 2016

Junte-se ao servidor do Mario Hacks no Discord!



 Olá queridos amigos do Mario Hacks, hoje veio trazer uma grande novidade, o chat do do Mario Hacks no Discord foi lançado! Agora vocês podem conversar com os ADMs e Redatores do Mario Hacks, conhecer gente nova e ficar por dentro de todas as novidades do universo das modificações de hacks de SMW!


O que é Discord?

Discord é uma ferramenta para chat de textos e de voz bem semelhante ao Skype porém mais leve de se executar, além de ter um chat mais agradável e de fácil maneira de se editar e de usar.


Como faço para usar o Discord?

Primeiro, entre "NESSE SITE" 
Você pode usar tanto a versão do Discord para navegador ou pode baixar a versão de Windows.
Nós recomendamos que crie uma conta, caso tenha dificuldades para criar uma conta, acesse "AQUI"


Como faço para entrar no grupo?

Na aba da esquerda é onde ficarão seus grupos de conversa, clicando no símbolo de "+" poderá criar um grupo ou entrar em um grupo, basta colocar esse link na janela que aparecer:

https://discord.gg/kpt4Uhc


Regras para o Discord:

* Não poste conteúdo NSFW (Not Safe For Work) (conteúdo +18 como pornografia ou imagens fortes)

* Não mantenha discussões pessoais no servidor; resolva isso em privado

* Evite ao MÁXIMO fazer menção (@) aos grupos a não ser que sua presença seja necessária

* Não faça spam (insistência em propagar algo pessoal conta como spam, como insistir por feedback em algo)

* Respeite a liberdade do próximo assim como ele deve respeitar a sua

* Não tragam bots para o servidor 

Se algum usuário estiver quebrando as regras na ausência de algum moderador, por favor faça menção aos grupos para que estejamos cientes disso. Falhar em seguir essas regras resultará em ações dependendo da gravidade. 

Dito tudo isso, divirtam-se!



quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Eternal Nightfall


Autor: superwiidude
Hack finalizada - 05 saídas
Emulador usado na review: snes9x v1.53

"Big Boo lançou uma maldição no reino do Cogumelo, em que todos os habitantes foram transformados em zumbis. Poderá Mario parar com os planos malignos de Big Boo, ou ele comandará o mundo?"

Eternal Nighfall é uma hack de Halloween com uma história bem tradicional. Neste caso, os inimigos são em geral koopas com máscara de mario, com aparência um pouco degradada, justamente para dar a impressão de serem zumbis. Além disso, você encontra outros inimigos temáticos, como os próprios boos e pumpkins (abóboras). 

Bem interessante o uso do tapete do Bowser's Castle

Trata-se de um jogo simples, com dificuldade normal, em que você passa por fases temáticas. Foi possível perceber que o autor deixou a hack variada, pois tem-se fases de diversos tipos (como cavernas, navios, planícies e um castelo). O autor escolheu muito bem as músicas, pois todas elas combinam bem com o clima de halloween e deixaram as fases bem divertidas de se passar (principalmente a da tela a esquerda). Falando nisso, os gráficos são outro ponto de destaque, pelo uso de exgfx em algumas fases (como o castelo do jogo). Além disso, foi criativo o uso de elementos comuns em um castelo numa caverna, como o tapete ao lado. O mapa ficou bem feito, apesar da cor do terreno não ter sido a melhor escolha (talvez a tonalidade tenha a ver com sangue?). Embora a hack seja temática de halloween, ela não tem jump-scares, ou seja, foi feita para entreter a todos os públicos da melhor forma.


Detalhe que a hack foi feita com suporte a console. Isto implica que ela deve funcionar bem com todos os emuladores (exceto os mais desatualizados, como zsnes) e obviamente deve funcionar no super nintendo. 



Boooo

Dificuldade: 3/5
A hack é bem tranquila em geral. Basta ter atenção para não levar hits desnecessários.

Jogabilidade: 7/10
Mediano, pois trata-se de fases diretas e sem muita coisa diferente. Só o castelo com dois caminhos que foi a coisa mais interessante.

Gráficos: 8/10
No castelo, o impacto visual pelo uso de exgfx é positivo.

Músicas: 9/10
Muito boas escolhas. Em uma das ocasiões, a música deixou a fase menos chata (por ser um mini-labirinto)

O mapa: 7/10
Faz o que propõe.

Criatividade: 8/10
A história é boa, os inimigos modificados combinaram muito bem. 

Nota final: 8/10
Uma das boas hacks de halloween, vale a pena jogar. 


domingo, 20 de novembro de 2016

Do The Mario


Autor: Tob
Hack demonstração - 8 saídas (1 mundo)
Emulador utilizado: Snes9x 1.54

Olá galera, estou de volta (estou sim!... eu acho) com uma hack que sua única parte ruim é ela ser relativamente curta e deixar um gosto de "quero mais" por ser melhor do que aparenta.

A hack meio que não tem uma história, o seu foco é apresentar uma nova jogabilidade ainda mantendo o "SMW" vivo nela; belos cenários, novos powerups, blocos e sprites customizados e gimmicks mais "únicos" para cada nível.

 Começando com um dos principais chamativos da hack, os novos powerups! Mesmo a hack não sendo longa, ela apresenta a Boomerang Suit e a Super Leaf do SMB3.

Mas é preciso falar um pouco mais da Boomerang Suit, já que ela não serve apenas para matar os inimigos na sua frente - ela também interage com alguns blocos e sprites. Podemos esperar que em futuras versões da hack hajam gimmicks ou bônus que envolva esse powerup.




Quanto aos gráficos, eu particularmente gostei muito de como ele utilizou os gráficos originais do SMW (alguns levemente editados) junto com alguns poucos outros custom e de jogos do SMAS - não apenas manteve um estilo gráfico consistente como também originou belos e únicos cenários para cada nível da hack.


O mapa ficou muito bem feito, também seguindo a mesma "regra" de gráficos que os níveis usam. Ótimas curvas e decoração além de um certo ponto do mapa onde você pode escolher entre dois caminhos com um level cada para passar e prosseguir sem ter que ter jogado o outro.
E quanto a seleção de músicas... foi muito boa, combinando muito bem onde elas foram utilizadas.
Em geral é uma hack muito boa e promissora que espero que veja a luz no fim do túnel para que tenha sua versão completa.

Antes das notas, mais algumas screens:



Dificuldade: 3/5
Não achei a hack difícil até o nível do castelo que realmente exige bons reflexos em uma certa área - tirando isso, você não terá problemas jogando essa hack.

Jogabilidade: 9/10
Apesar de ser uma hack relativamente pequena, darei uma nota alta de cara pela criatividade ao usar a Boomerang Suit para conseguir bônus além de fazer levels divertidos usando recursos simples de forma criativa.

Música: 8/10
 Muito boa escolha de músicas no geral, não tenho muito o que comentar além de que elas estão nos lugares certos.

Mapa: 10/10
 Muito bonito e chamativo. Gostei principalmente da escolha de caminhos que mencionei no meio da minha postagem.

Criatividade: 9/10
 Ainda mantendo a essência do Super Mario World, a hack consegue se destacar e adicionar elementos de outros jogos sem bagunça. Cenários, jogabilidade, música - tudo se encaixou bem.

Nota Final: 9/10
Só estou triste que a hack não é longa, pois ela se mostrou promissora e muito divertida. Certamente uma das poucas hacks realmente polidas e com atenção a cada detalhe para uma divertida experiência com hacks de SMW que ainda relembram o jogo original.

Download