Dropdown Menu

sexta-feira, 9 de novembro de 2018

Donkey Kong 3: Another Rise!

Autor: Big Brawler
Hack finalizada: 4 saídas
Emulador: Snes9x 1.56.2

Hoje eu vim trazer o último jogo da trilogia Donkey Kong do Big Brawler (se quer jogar os anteriores, tem Donkey Kong: Jumpman Returns e Donkey Kong: The Jumpman Rise!). Assim como os seus antecessores é inspirado em Donkey Kong de arcade, onde estrelamos Jumpman.


Chegou a hora do terceiro round contra o Donkey Kong. Você terá que ir atrás de Pauline para salvá-la e por um fim, de uma vez por todas, nesse embate.


Os gráficos ficaram no mesmo estilo do jogo anterior, continua combinando e estilo 8-bits com a temática do primeiro Donkey Kong. Depois de duas reviews de hacks da mesma linha, sinto que não tem muito o que falar aqui.


A hack teve sua dificuldade incrementada. Não tem nada que faça você quebrar a cabeça pensando como passar, da forma que acontecia no primeiro jogo, mas existem obstáculos bem difíceis, principalmente quando nos deparamos com um Hammer Bro. Apesar desse aumento de dificuldade, a boss fight dessa hack ficou mais fácil que a da anterior.


Algumas músicas foram retiradas do jogo de arcade Donkey Kong, o que ficou muito bom, uma vez que combina mais com a ideia da hack do que as músicas dos Donkey Kong Countrys.


Inicialmente o overworld pode causar certa sensação de estranheza, mas devo dizer que finalmente o autor das hacks fez um mapa que combine com a temática dos jogos. Para quem não reconhece esse macaco e esse estilo de mapa, é assim que as fases são sinalizadas no Donkey Kong de arcade.

Dificuldade: 4/5
Hammer Bro é uma praga!

Jogabilidade: 8/10
Nada inovador, mas apresenta fases bem trabalhadas.

Gráficos: 10/10
Adorei como o autor trabalhou a questão dos gráficos 8-bits.

Música: 10/10
Músicas encaixaram bem demais com o jogo.

Mapa: 10/10
Não é algo bonito, mas é 100% fiel a proposta do game.

Criatividade: 8/10
Uma trilogia baseada em Donkey Kong de arcade. Curti.

Nota Final: 9/10
Para mim, o melhor da trilogia, só pecou muito no overworld.

Nenhum comentário:

Postar um comentário