terça-feira, 29 de março de 2016

'THE

Nome: 'THE
Autores: MedicTorch e Underway


Olá, bravos adoradores da Mario Hacks! Eu sou ThalesMangaka e hoje trago á vocês uma análise de uma "Horror Hack". Para quem não sabe, uma hack dessa categoria são repletas de coisas tenebrosas, dando um clima de terror psicológico ao jogador. Se você está cansado de atravessar 8 ou 9 mundos para --INSIRA O MOTIVO AQUI--- , essa hack é para você!

Bem, vamos  lá!

"Mario vai em outra aventura para salvar o reino, porém, quais obstáculos ele encontrará desta vez?
Talvez o conhecido Dia da Coroação."

É assim que a história começa! Hmmm, nada de coletar ovos para um bolo nem a volta de Tatanga...é algo muito estranho, mas o que estava para acontecer era ainda mais bizarro.
Logo que inseri o jogo, apareceu essa tela:

"De novo?"

Tudo começou com uma pergunta. Uma filosofia de boteco, talvez?
O que poderia acontecer novamente? A volta de Bowser e seus filhos de outro casamento?
Eu cliquei no botão "X" do meu controle e fui levado para o mapa do jogo.

"Mais um dia (a)normal na vida do Mário"

Mario estava lá, no meio de uma floresta sem nenhuma música alegre de fundo.
A música tema dos Caça-Fantasmas cairiam muito bem agora!
Mario olhou pra mim e disse: "Vamos nessa" (pelo menos, na minha imaginação).
Apertei o botão "X" mais uma vez e entrei na única fase dentro do jogo:

"Wow, que climão cult!"

Iniciei a minha jornada.
Logo de cara percebi que a música estava muito, muito baixa, e vários botões foram desativados (como o Pulo-Triplo-Carpado e a habilidade de correr). Não tinham inimigos, apenas uma sensação de vazio. O que me contemplava era o cenário e suas cores.
Mas então, a tela ficou escura. 
E eu parei.

"Eita..."

Foi aí que eu comecei á escutar uma música ( bem baixa) que demonstrava o quanto Mario estava com medo e confuso naquela ocasião.
Eu andei e pulei mais um pouco e então eu vi alguma coisa. Eu não sei o que era. Apenas eu VI.
Um tempo se passou e encontrei um Rex em minha direção. Ele era amigo (não dava dano ao jogador) e coloquei um nome nele: Rex.
Rex e Mario poderiam ser grandes amigos se aquela "coisa" não aparecesse novamente voando na tela. Eu percebi que ela havia levado Rex, e deixado um cadáver (uma pilha de ossos, na verdade).
Enquanto eu lamentava a perda de Rex,  me deparei com isso:

 
"Deixe isso pra mim."

Dei de ombros.
A música começou a ficar alta, raios caiam no fundo do cenário.
Eu estava caminhando sem rumo em direção de uma tela preta.
Sim, meus amigos, eu atravessei uma tela preta, e nela, estava escrito essa mensagem:


"Você estava me procurando?"

Alguém estava lá, além de mim. Alguém observara os meus passos.
A música parou. Eu respirei fundo e atravessei a tela que continha a mensagem. Agora, eu estava novamente na fase, porém, cheia de cortes gráficos e defeitos.
E então, a música (sem avisar nem nada) ficou alta de mais, e ELA veio ao meu encontro.
ELA, que estava me olhando o tempo inteiro.
ELA, que havia levado Rex, o dino que comia churros (ele falou pra mim "Oi, sou um dino, e adoro churros! Me salve!).
Ela, aquela coisa que agora me perseguia, voando e rindo da minha agonia. Não demorou muito para eu morrer...

E então:
































"QUAL É!"

Eu havia voltado para a tela de introdução (supostamente C5), e logo após apertar o botão "X" do meu controle, me deparei com o mesmo mapa de floresta. 
Eu pensei em desistir, mas deduzi que a fase seria diferente. E acertei.
A impressão era que eu estava agora em outro lugar e hora. Vocês, meus amigos, podem achar isso estranho, mas eu achei que o jogo seria monótono até eu encontrar ESSA PORTA:

"E então, o meu mundo ficou completamente...sem nexo"

Dificuldade: 3/5

O jogo não é tão complicado até porque você não sabe bem o que está fazendo, pois ao que parece é um loop infinito (a vida pode ser cruel, meu jovem ).
Só depois de tanto repetir o loop que você descobre como seguir em frente...e aí o pau come.

Jogabilidade: 4/5

Levando em conta que a hack é de horror, tudo dentro do jogo foi bem pensado. Não pode correr, nem fugir, apenas seguir o rumo do seu coraçãozinho.
O único detalhe negativo é o fato de que se você não encontrar a saída para continuar o jogo, vai cair em um loop infinito e um vazio existencial.

Gráficos: 4/5

Cores bem trabalhadas, dando um ar misterioso para os gráficos clássicos do Super Mario World.
Se você ver algum corte gráfico em demasia (cutoff), não se preocupe: nesse caso foi proposital.

Trilha Sonora: 4/5

Ás vezes, muito alta, ás vezes, muito baixa.
Tirando esse detalhe, esse "time" soube usar bem os samples em momentos decisivos (como na ultima tela do jogo).

Mapa: 4/5

Não tenho nada a declarar com o mapa, apenas o caso de não achar legal o detalhe da grama.

Criatividade: 5/5

Eles conseguiram recriar o termo horror psicológico com uma jogabilidade simples.

NOTA FINAL: 4,5/5

Se você quer sentir na pele o que é estar mais perdido do que uma prova de matemática na qual você se esqueceu de estudar ou vingativo por perder um dino que come churros...ESSA HACK É PRA TU!

4 comentários:

  1. Oi poderia me mandar por email o jogo pronto por favor
    arturbovejr@hotmail.com
    Muito obrigado
    quero jogar
    valeus

    ResponderExcluir
  2. Eu consegui jogar so ate o momento que o mario começou a andar sozinho ate um rio de sangue e parou ali,e apertei s pra fazer a tela ir pra frete e tinha a peach parada com cara de monstro.Esse o final?rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também tem outro final, em que o Mario está vagando num lugar escuro e totalmente inundado... e mais pra frente, aparece um fantasma/alma dele flutuando no alto como se já tivesse morto.

      Essa hack é muito macabra, perfeita para uma creepypasta!

      Excluir
  3. Sem chance. Quando aquele troço apareceu do nada eu me borrei todo. Prefiro ver só uma gameplay mesmo.

    ResponderExcluir